Constituição do Sujeito e Intervenções Institucionais na Clínica Psicanalítica com Crianças

Apresentação 

Na clínica da Derdic/PUCSP, os problemas de linguagem são recortados e acolhidos por diferentes clínicas: a foniátrica, a fonoaudiológica e a psicanalítica e, todas elas se interrogam a respeito da constituição do sujeito falante. A psicanálise tem formulado e proposto uma direção clínica possível para o tratamento das demandas específicas que chegam a essa instituição. Dentro do referencial teórico psicanalítico a linguagem não seria um instrumento do qual a criança se serve para "expressar-se" e/ou "comunicar-se", mas é ela mesma por sua estrutura, causa do sujeito. A constituição subjetiva, tal como formulada pelo referencial psicanalítico desde Freud e principalmente no ensino de Lacan, está referida a entrada do sujeito no campo simbólico, a partir de uma matriz simbolizante e de suas incidências sobre o organismo.

As vicissitudes da constituição subjetiva e da fundação do inconsciente comparecem por vezes, atravessadas por impasses que se apresentam de diversos modos, como sintomas na fala, leitura e escrita, embaraços no direcionamento ao outro, o laço social. Do mesmo modo encontramos questões orgânicas determinantes e/ou impeditivas da condição simbólica do sujeito e consequentemente das funções que se sustentam da constituição de matrizes simbolizantes. A direção do tratamento articulada pelo viés psicanalítico nos convoca a pensar o papel das instituições no cuidado a estas questões referentes aos impasses na constituição subjetiva. Considerando que, frente a patologias graves da infância a instituição pode se compor como um terceiro que possibilite outros direcionamentos a criança em estruturação. As discussões teóricas articuladas à supervisão do trabalho clínico sustentam o confronto entre a singularidade do caso e a universalidade inscrita na teoria possibilitando ao profissional não apenas aprimoramento de sua formação para atuação prática, mas também a abertura e preparação para o campo da pesquisa.

Objetivos

Este aprimoramento propõe-se a dar treinamento em serviço e formação ao profissional de psicologia dentro da especificidade conceitual e clínica da psicanálise para fundamentar sua compreensão das psicopatologias na infância como decorrentes de impasses nas operações primordiais e constituintes do sujeito. Essa formação é enriquecida pela experiência de atendimento clínico institucional a partir de uma proposta interdisciplinar de tratamento seguido de supervisão de profissional qualificado na área em questão. Apresentar os conceitos teóricos que fundamentam as operações constituintes do sujeito dentro do referencial psicanalítico para que o psicólogo possa identificar os impasses a essa constituição nos casos atendidos na clínica; Fornecer subsídios ao aluno para a atuação profissional para além do espaço clínico particular, propiciando também a construção de dispositivos de tratamento institucionais e interdisciplinares.

Público-Alvo

Psicólogos.

Inscrição 
  1. Inscrição no processo seletivo: após o cadastro de sua inscrição, serão gerados automaticamente um boleto e um comprovante de inscrição. Uma mensagem de confirmação será enviada para o seu endereço eletrônico.
  2. Confirmação de inscrição: sua participação no processo de seleção estará confirmada tão logo seja efetuado o pagamento da inscrição.
  3. Processo de seleção: leia atentamente o Edital para obter informações.

PUC-SP - DERDIC

Informações: librasderdic@pucsp.br

(11) 5908-7986 / (11) 5908-7981

TAXA DE INSCRIÇÃO

  • R$ 120,00

Não há devolução da taxa de inscrição.

ATENÇÃO: A REALIZAÇÃO DO CURSO ESTÁ SUJEITA A NÚMERO MÍNIMO DE MATRICULADOS.

Caso o curso não se viabilize, você será avisado(a) com até 24 horas de antecedência à data prevista para o início das atividades.

Estrutura Didática 

Seminário Teórico I e II

Compõe-se de discussões de textos, aulas expositivas com apresentação de constructos teóricos, condutas terapêuticas e pesquisas de conceitos da psicanálise e de outras disciplinas que compõe os setores da instituição, especificamente a medicina e a fonoaudiologia. Os seminários pressupõem a participação ativa dos alunos, que ficarão responsáveis pela apresentação das principais ideias do texto, que formulem dúvidas e apresentem o resultado do processo de leitura para os colegas, de modo a provocar o debate do tema em questão. Será também necessário que os alunos estabeleçam articulações do texto com o caso em atendimento. Poderá ser apresentada também aula com professores convidados para apresentação de seus temas de pesquisa que componham e permitam aprofundar os conteúdos teóricos propostos neste aprimoramento.

Atendimento Clínico I e II

Os alunos realizarão atendimento a pacientes da fila de espera do Setor de psicologia que está composta majoritariamente de crianças e adolescentes, podendo também ser oferecido atendimento a adultos. Visa aprofundar a experiência clínica, a partir de supervisão que propicie ao aluno a elaboração de diagnóstico e direção das intervenções nos casos através do método clínico.

Supervisão Clínica I e II

Supervisão Clínica grupal dos casos em atendimento, em encontros semanais de duas horas sendo que, cada grupo de supervisão contará com, no máximo, cinco aprimorandos.
Os grupos de supervisão serão abertos de acordo com a demanda pelo curso e número de candidatos aprovados, respeitando o número máximo de 5 alunos por grupo.
A supervisão dos casos visa aprofundar a experiência clínica, a partir das discussões que contemplem a identificação dos impasses constituintes que acometem essas crianças e da elaboração de manejos transferenciais necessários ao caso. De acordo com as necessidades dos atendimentos os casos serão discutidos pelos aprimorandos com profissionais de outros setores da DERDIC assim como profissionais de outras instituições, também envolvidos no atendimento do caso. Essas discussões visam o aprendizado do aprimorando em definir as interfaces com outras clínicas da instituição bem como as especificidades da clínica psicanalítica. Constrói-se assim uma rede de significações trazidas por outros olhares que ampliam as possibilidades de representações para o sujeito em questão e o aprimorando localiza-se nos enlaces institucionais.

Orientação de Monografia I e II

Os alunos deverão apresentar uma monografia final que realce os aspectos fundamentais do caso atendido, em articulação ao aprofundamento teórico. Quanto à formatação das monografias as mesmas deverão conter: uma introdução com apresentação da temática a ser abordada (questão clínica que disparou essa proposta monográfica) e revisão da bibliografia a respeito da mesma; a apresentação do caso clínico; discussão dos dados que articulem a teoria estudada e a clínica e a conclusão.

Duração 
272 horas
Turmas e Horários 

Início: 2 de março de 2017
Término: 14 de dezembro de 2017
Dia da semana: quinta-feira
Horário: das 8h às 12h

Inscrição no processo seletivo: até 22 de fevereiro de 2017.
Prova e entrevista: 23 de fevereiro, às 13h – DERDIC

Local 

Derdic

Rua Estado de Israel, 1056 

Vila Clementino - São Paulo/SP
CEP: 04022-000
Telefone: (11) 5908-8000
http://www.pucsp.br/derdic

Categoria 
Aprimoramento
Situação 
Matrículas encerradas
Áreas de conhecimento 
Investimento 

Investimento total no curso

  • 10 parcelas de R$ 843,20
     

Se você faz parte da rede Colaboradores, após a conclusão de sua inscrição entre em contato conosco de 2ª a 6ª feira das 9h às 18h pelo telefone (11) 3124-9628 ou pelo e-mail: relacionamentocogeae@pucsp.br. Os documentos necessários para a concessão do desconto são: Carta Colaboradores, disponível no site https://colaboradores.com.br/ e Declaração de Vínculo de sua Empresa atualizada.

Conecte-se à PUC-SP